• Stefani Cecon

13 Maneiras de ter uma casa sustentável gastando muito pouco

Atualizado: Jul 15

Você já parou para pensar em como pode ter uma casa sustentável? Seria uma maravilha diminuir as contas de energia e água, não é?


Agora se você está se perguntando como você pode fazer isso gastando muito pouco, listamos para você 13 maneiras que com certeza irão deixar sua casa extremamente sustentável!


Segue o fio!


1 - Economizando com a geladeira


Essa dica é muito boa! Pois o custo dela é zero e você pode começar a fazer hoje mesmo!


Você é da época da rede social chamada Orkut? Lembra de uma comunidade famosa que tinha lá que dizia "Abro a geladeira para pensar"?


Eu sei, eu também fazia parte dela!


Então, hoje é o dia de sair dessa comunidade! Toda vez que você abre a geladeira, é gasto energia elétrica.


Pois, o ar gelado irá sair de dentro dela, e ela terá que refrigerar o ar novamente, gastando energia.


Outra dica bem legal nessa categoria é evitar colocar alimentos quentes dentro da geladeira.


Eu sei que na correria do dia-a-dia, assim que acaba a refeição já estamos guardando tudo dentro da geladeira.


Porém, o correto é deixar os alimentos esfriarem para então serem guardados na geladeira.

Ainda não conseguiu visualizar como isso gera economia? Não se preocupe.

Pensa comigo, quando você coloca uma coisa quente dentro de um ambiente frio, esse alimento irá começar a irradiar calor, e irá diminuir a temperatura desse ambiente.


Então, para a temperatura voltar ao que estava antes, a geladeira terá que trabalhar.


Porém, se colocarmos um alimento já esfriado lá dentro, o trabalho da geladeira será bem menor, logo, irá gastar menos!


Partindo do mesmo raciocínio, também ajuda na economia, deixar a geladeira longe de tudo que pode esquentar ela de alguma forma.


Isso inclui exposição ao sol, proximidade de fogão ou lava louças. Às vezes uma simples mudança na posição dos eletrodomésticos já ajuda na economia e torna sua casa mais sustentável, e o melhor, sem gastar nada!


2 - Pintando as paredes


Você já teve a sensação de estar morando dentro de um forno? Que bom que existe ar condicionado e ventilador né?


E se eu te contar que tem uma maneira bem simples de deixar a casa mais fresca e economizar dinheiro com energia elétrica.


Essa maneira é pintar a casa ou um cômodo com tinta branca!


Simples assim? Sim, simples assim!


Ainda não te convenci?


O branco é uma cor que reflete a luz, isso quer dizer que, o sol que bate naquela parede branca, vai ser refletido, e não absorvido como seria o caso de uma parede escura.


Logo, isso deixará seu ambiente muito mais fresco e iluminado!


Sem contar que com a parede branca, você pode utilizar qualquer decoração que irá combinar perfeitamente.


Caso não queira deixar sua casa parecendo um hospital com tudo branco, escolha a parede que menos recebe sol para mudar de cor e dar um charme a mais.


Agora, se o seu problema é o frio, você vive sempre de meia e debaixo das cobertas! A solução, como eu já comentei, é a inversa!


Então, se eu entendi direito, devo pintar minha casa de preto?


Calma, não precisamos chegar a esse extremo, mas você pode por exemplo, pintar aquela parede que mais pega sol de cinza escuro, marrom ou até vermelho, porque o calor será absorvido por essas cores.


E depois esse calor será irradiado pela sua casa, deixando ela mais quentinha.


Caso você opte por pintar paredes em ambientes úmidos, como cozinha e banheiro, te aconselhamos a comprar tintas anti-mofo ou laváveis.


Essas tintas especiais irão ajudar na conservação e limpeza das paredes.


É importante ressaltar que esse princípio também vale para telhados, ou seja, telhas mais claras, também irão ajudar a sua casa ficar mais fresca.


Da mesma forma, telhas mais escuras, irão deixar a construção mais quente.


Para te ajudar a escolher, fizemos uma imagem com a ordem de absorção de calor das cores, da maior para a menor, olha só:

Cores por ordem de absorção de calor

Agora ficou muito mais fácil fazer sua escolha né?


3 - Substituindo suas lâmpadas


Se você busca ainda mais economia na sua conta de luz, essa dica é para você!


Você pode trocar as lâmpadas da sua casa por lâmpadas LED, e aqui você vai ver o porque você deve fazer isso o quanto antes.


As lâmpadas de LED consomem muito menos energia quando comparado às lâmpadas incandescentes e até mesmo as fluorescentes.


E também, as LEDs tem uma vida útil muito maior, isso quer dizer, que ela dura muito mais tempo do que qualquer outra lâmpada.


Mas você deve estar se perguntando, como assim? As lâmpadas LED custam mais caro no mercado, como isso é economizar?


Aqui vai uma explicação bem resumida.


Vamos chamar o preço que você paga na lâmpada LED de investimento inicial. Logo, quando comparado aos outros tipos, a LED necessita de um investimento inicial maior, ou seja, é mais cara.


Porém, vamos analisar o longo prazo, comparando com a lâmpada fluorescente a lâmpada de LED dura 3 vezes mais (em média).


Então, olhando somente do ponto de vista da duração, você precisaria de 3 lâmpadas fluorescentes para durarem o mesmo tempo de uma LED.


Pesquisamos por preços médios no mercado e olha só, vimos que a fluorescente (14W) custa R$12,00. Já uma semelhante de LED (7W) que produz a mesma “quantidade de luz” custa R$16,00.


Agora, observa só, se fossemos comprar 3 lâmpadas fluorescentes, iríamos pagar R$36,00.


Olhando assim, já dá pra perceber que a lâmpada LED é bem mais barata!


E isso foi só um lado da moeda, por outro lado, também temos o consumo de energia das LEDs que chega a ser 25% menor que a fluorescentes.


E, com certeza você já ouviu a respeito das lâmpadas que são controladas por aplicativos, você pode controlar o nível de luminosidade e até as cores!


Bem legal né? Você pode usar em diversas ocasiões.


Por exemplo, se você estiver lendo e dar aquela dor de cabeça, você pode alterar para uma cor e luminosidade mais confortável para os seus olhos!


Isso é possível graças a tecnologia LED!


Você tem acesso a todos esses benefícios e ainda ajuda o meio ambiente, pois essa lâmpada não possui elementos tóxicos, não emitem poluentes, não esquenta e podem ser recicladas!


E tudo isso consumindo menos energia elétrica! Esse item é só vantagem!


4 - Consertando vazamentos


Se você tem aquela torneira que não fecha direito, aquela que fica o dia todo pingando, sabe qual eu to falando né? Rsrs.


Todos nós já tivemos uma torneira dessas em casa e sempre deixamos pra arrumar depois.


Já estamos cansados de ouvir a importância de reduzir nosso desperdício de água. Mas dificilmente encontramos um passo a passo que nos ensine na prática como fazer isso.


Bom, você veio ao lugar certo!


O primeiro ponto que devemos analisar, é em relação ao custo, uma torneira pingando pode sair caro na sua conta de água. Pois, ela desperdiça água praticamente o dia inteiro.


Essa torneira pingando pode chegar a desperdiçar 50L de água por dia! São 25 garrafas de refrigerante 2L. Bastante coisa né?


Então, bora consertar essa torneira!


Se você ainda não passou por esse tipo de situação, você irá passar! E aqui vão algumas dicas do que fazer nesse caso:


  1. Não force para fechar achando que a torneira está pingando por falta de força, pois, você pode acabar danificando outras peças da torneira.

  2. Verificar qual o tipo da sua torneira, se é do tipo que tem que girar para fechar ou de alavanca.

  3. Compre uma nova vedação e faça o reparo o mais rápido possível.


Não sabe como fazer esse reparo? Nada melhor do que ver alguém fazendo para aprender! Achamos um vídeo bem legal que irá te ensinar como resolver esse problema.


Achou que ia acabar por aqui?


Existem outros diversos tipos de equipamento que podem estar vazando, por exemplo, vaso sanitário, máquina de lavar roupas ou louça, chuveiro, etc.


Basicamente, tudo que utiliza água corre o risco de ter vazamentos. É importante estar sempre atento a todos esses equipamentos.


Pois, as vezes pode estar ocorrendo um vazamento e a gente nem perceber.


E, assim que for detectado um vazamento, devemos reparar imediatamente.


5 - Coletando água da chuva


Já parou para pensar o quanto de água de chuva é desperdiçado? E se eu te falar que você pode começar a coletar essa água?


Se você está se perguntando porque deveria começar a coletar água da chuva, aqui vai um bom incentivo, você pode economizar na conta de água!


Você ainda não sabe como fazer isso e nem onde que pode ser utilizado? Calma que irei te contar tudo o que você precisa saber!


A primeira coisa que você irá precisar é de um recipiente para colocar essa água, você poderá utilizar, uma caixa d’água, uma bacia, o que você achar melhor!


Caso você queira investir nesse item, existem cisternas, que são recipientes projetados exatamente para coleta de água de chuva.


E qual o melhor local para coletar água da chuva? É na saída das calhas do telhado, que é por onde irá passar a maior parte da água da chuva.


É importante manter as calhas limpas, caso for fazer a captura através delas, para evitar bichos mortos, ou doenças transmissíveis por animais.


Recipiente posicionado? Ótimo! Já acabou? Ainda não!


Você irá precisar de um filtro, que pode ser uma peneira, só para não deixar passar as sujeiras que vem junto com a água, como por exemplo, folhas, galhos, insetos, etc.


Outro ponto muito importante, é deixar essa água reservada tampada, para não correr o risco de ter focos do mosquito da dengue.


Se você não for utilizar essa água após a coleta, e deixará ela armazenada por mais de 4 dias, você precisará deixar essa água em um ambiente escuro, para não haver proliferação de bactérias e fungos provenientes da luz solar.


Também é interessante misturar água sanitária (10mL para cada 100L de água da chuva) para higienizar.


Também é muito importante lavar o recipiente utilizado periodicamente, nós recomendamos, que seja lavado no mínimo a cada 6 meses.


Agora respondendo a última pergunta, para que você pode utilizar essa água.


A água da chuva não é potável, portanto, não beba! Nem use para preparar alimentos.


Os usos mais comuns são, lavagem de quintal e carro, regar jardins, também pode ser utilizado para dar descarga.


Tudo isso, que antes você utilizava a água da sua casa para fazer, você poderá economizar utilizando água da chuva, que é totalmente gratuita!


Posso utilizar para lavar roupas? Não! Pois, poderá ter alguma substância que pode manchar as roupas. Nunca sabemos exatamente quais substâncias estão presentes na água da chuva.


6 - Separando o lixo


Com certeza você já ouviu falar a respeito da importância de separar o lixo, pois esses elementos demoram anos e anos para se decompor na natureza.


Mas, você ainda não sabe muito bem como separar o lixo da sua casa? E depois de separado, não sabe o que fazer com ele?


Te garanto que você saberá exatamente o que fazer após ler essa dica!


Primeiramente, você pode separar para a reciclagem papel, plástico, vidro e metal.


É interessante separar esses quatros tipos em recipientes diferentes. Você pode colocar quatro latas de lixo na sua casa, podendo pintar nas cores características, para facilitar a aprendizagem dos outros moradores.


As cores utilizadas são:

Cores da Reciclagem. Fonte: Meio ambiente cultura mix

Existem algumas exceções, vou abordar elas aqui.


Na categoria de vidros, não são recicláveis lâmpadas, vidros temperados, espelhos ou cristais.


Nos metais, esponja de aço, canos, clipes e grampos ficam de fora.


Os papéis não recicláveis são cupom fiscal, papel carbono e adesivos (isso vale também para aquela parte com cola do post-it).


Os papéis e plásticos são quase totalmente recicláveis, e com certeza a maior quantidade de lixo que a gente produz está dentro dessas categorias, pode observar na sua casa.


Vale lembrar que se o papel ou embalagem estiver sujo de comida (isso vale para bebidas também), ele não é reciclável. No entanto, se a embalagem for de um produto lavável você deverá lavar antes de colocar para a reciclagem.


Aaaah e aqui vai um plot twist, você pode utilizar daquela água da chuva que reservamos para lavar os materiais que irão para reciclagem.


Lembre-se que os papéis podem ser dobrados, porém não podem ser amassados.


E não se esqueça, que se houver vidros quebrados, eles devem ser embrulhados, em papel tipo jornal, ou colocados dentro de uma caixa para evitar acidentes.


Materiais como pilhas, baterias, lâmpadas e latas de tinta devem ser devolvidas ao fornecedor ou serem descartadas em locais próprios para elas.


Agora que o lixo está separado, você deve estar se perguntando o que fazer com ele, não é mesmo?


Primeiramente, você deverá se informar na prefeitura da sua cidade se há algum programa de coleta seletiva de lixo reciclável.


Aqui onde eu moro, a prefeitura recolhe os lixos recicláveis uma vez por semana, e ele é colocado na lixeira junto com os outros sacos. Porém, os sacos da reciclagem possuem cores diferentes para não serem confundidos com os sacos comuns.


Se na sua cidade não houver coleta seletiva, você pode levar esse lixo até os locais de reciclagem, postos de coleta ou entregar aos catadores.


7 - Colocando plantas dentro de casa


Se você ainda não possui nenhuma planta dentro de casa, eu vou te convencer a ter uma agora mesmo!


Você sabia que as plantas melhoram a qualidade do ar, pois tem a capacidade de filtrar poluentes, e consequentemente melhora a qualidade de vida de todos os moradores.


A planta através do seu processo de fotossíntese retira CO² do ambiente e transforma em 0². E você deve estar se perguntando no que isso te ajuda, né?


Saiba que a concentração de CO² no ar é responsável pela sonolência, então, ter uma plantinha em casa também te ajuda a ficar menos sonolento e pode diminuir suas dores de cabeça.


Algumas plantas aumentam os níveis de umidade da sua casa, diminuindo a poeira e doenças respiratórias como rinite alérgica e sinusite.


Uma ótima planta para diminuir as alergias é a clorofitos (podendo ser conhecida como paulistinha ou gravatinha)!


Se eu ainda não te convenci a ter uma planta, olha a próxima vantagem!


As plantas reduzem o stress! Isso mesmo, ter uma plantinha irá te deixar mais calmo.


E se você escolher por plantas com flores, saiba que você pode escolher o efeito que você quer que ela tenha através da cor!


Olha esse infográfico:

Psicologia das cores

Sem contar as plantas são maravilhosas para a decoração do ambiente!


Agora eu tenho certeza que você não vê a hora de ter sua plantinha em casa. Aqui vão algumas dicas de plantas ótimas para casa:


Para deixar no sol temos:

  • Cróton

  • Suculentas

  • Luca

  • Cacto

  • Lança de São Jorge


Para deixar na sombra (mas recebendo iluminação, não coloque a planta dentro do armário rsrs):

  • Orquídea

  • Palmeira-leque

  • Zamioculca

  • Lança de São Jorge

  • Peperômia

  • Ciclanto

  • Lírio-da-paz

  • Antúrio

  • Palmeira Chamaedorea

  • Samambaia

  • Árvore-da-felicidade

  • Camedórea-elegante


8 - Fazendo uma hortinha


Você já pensou em ter uma horta na sua casa? Você sabia que é possível ter uma hortinha até mesmo em apartamento?


Se você tem crianças em casa, você pode fazer essa atividade junto com eles, tenho certeza que eles irão adorar!


Agora, se você ainda está meio na dúvida, porque acha que dará muito trabalho ou que não vai ajudar sua casa ser mais sustentável, vou dar aqui várias vantagens do porque você deve começar uma hortinha na sua casa o mais rápido possível.


Primeiramente, você poderá ter uma alimentação muito mais saudável consumindo daquilo que você está plantando, completamente livre de agrotóxicos.


Também ao cultivar os seus próprios alimentos, você ajuda na diminuição do lixo, e como consequência você não incentiva o desmatamento e o aquecimento global!


Sem contar que cultivar uma hortinha aumenta o seu bem estar, diminuindo os níveis de stress.


E claro, irá te ajudar a economizar na hora das compras!


Se você está pretendo começar, a dica que damos é começar plantando temperos. Pois, são mais fáceis de cultivar, como cebolinha, salsinha, manjericão, coentro, etc.


Agora, se você já quer começar a plantar frutas e vegetais, as mais fáceis são tomate, cebola, cenoura, beterraba e alface.


Se você tem um espaço de jardim na sua casa, tudo fica mais fácil! Você pode fazer seu jardim reciclando recipientes como garrafa pet, pallet, caixas, pote de sorvete etc. Veja essas imagens abaixo como inspiração!

Exemplos de hortas em casa

Se você tiver um espaço muito pequeno para começar sua hortinha, não desanime! É possível ter sua hortinha de maneira vertical, com objetos reaproveitados também. Segue imagens para te ajudar:

Exemplo de hortas em apartamento

9 - Reduzindo o consumo de água e energia


Essa é uma dica clássica que não poderia faltar! Pois, todo mundo gosta de pagar menos na conta de luz e água, não é?


E se eu te contar que além de economizar, você também estará ajudando o meio ambiente!


Aí é unir o útil ao agradável, né?


Já falamos sobre várias maneiras de economizar lá nos tópicos sobre reaproveitamento de água da chuva, lâmpadas, vazamentos e outros, mas ainda há mais assuntos a serem abordados nesse assunto.


Mas se você ainda não sabe como você pode economizar mais ainda, nós iremos te ensinar como reduzir o consumo exagerado de água e energia com simples passos que poderão ser aplicados no seu dia a dia.


Vamos começar com um bem simples!


Quem não gosta daquele banho bem quente e demorado, principalmente no inverno! Uma delícia, mas temos que ser conscientes que os banhos demorados gastam centenas de litros de água.


Se você não sabe quanto tempo você gasta de banho, você pode começar a cronometrar. E então, colocar um alarme para despertar quando atingir o tempo programado.


Tenha em mente que um banho de 5 minutos gastará em média 45L de água. Sem contar que se o seu chuveiro for elétrico, também estará utilizando energia.


Uma ótima dica é nos dias bem quentes no verão tomar banho com o chuveiro na água fria, além de melhorar a circulação sanguínea é ótimo para o cabelo!


A próxima dica também é super simples, mas pode fazer uma grande diferença no final do mês!


Sabe quando a gente está escovando os dentes, lavando a louça e deixamos a torneira aberta só correndo água sem estar sendo utilizada?


Não se preocupe, eu também faço isso às vezes!


Mas temos que nos lembrar constantemente de fechar a torneira quando ela não está sendo utilizada, até que isso vire um hábito!


E o resultado? Com certeza será uma diminuída na conta e no consumo de água da sua casa!


Outra dica super importante, é a de deixar acumular as roupas sujas para colocar na máquina juntas. Assim você diminui o consumo de água e a energia de ter que utilizar a máquina várias vezes.


Você também pode reutilizar a água da máquina de lavar para lavar pisos e quintais! Basta colocar a mangueira que sai da máquina dentro de um recipiente para fazer a coleta.


A instalação de arejadores nas torneiras também diminuem o consumo de água, pois eles misturam a água com ar, diminuindo a quantidade de água que sai da torneira, mas sem perder a pressão, é uma ótima escolha!


A última dica que separamos aqui, mas não menos importante. É a de desligar os aparelhos que ficam em stand-by, não sabe o que é isso? Sabe quando você desliga sua TV mas ela continua com a luzinha acesa? É isso! Ela está em modo stand-by!


Vale ressaltar que apesar do consumo de energia nesse modo ser inferior do que se o aparelho estivesse funcionando normalmente. Ele também está utilizando energia.


Portanto, se você irá passar um longo período de tempo sem utilizar ele, você pode retirá-lo da tomada. Os aparelhos mais comuns que ficam constantemente nesse modo são os microondas, computadores e TV.


10 - Diminuindo o lixo


Agora que você já leu nosso item sobre como reciclar o seu lixo, vamos ver como podemos diminuir a quantidade de lixo que produzimos em nossa casa.


Reduzindo consumo de descartáveis


Uma ótima dica é andar sempre com uma garrafinha de água que possa ser utilizada, da mesma maneira, com talheres, canudinhos de alumínio e guardanapo de pano.


Dessa forma, caso você faça uma refeição rápida na rua poderá utilizar o seus talheres para se alimentar ao invés de utilizar os descartáveis.


Diminua o uso de copos plásticos para tomar água e café. Caso você esteja no seu trabalho poderá deixar na sua mesa sua própria caneca ou copo para utilizar sempre que precisar ao invés de utilizar descartáveis.


Sempre que for um comprar um cosmético olhe se na sua composição não contém microplásticos. Sim, por incrível que pareça, podem haver plásticos até nos cosméticos, principalmente do tipo esfoliantes.


Opte por aqueles que sejam naturais sem adição de plásticos, dessas maneira, você também ajuda a diminuir a poluição causada por plásticos!


Evitar uso de papel, e usar aplicativos de celular e/ou computador no lugar


Uma ótima maneira de reduzir nosso lixo é usar e abusar da tecnologia!


Hoje temos vários aplicativos que nos ajudam a deixar tudo salvo em nuvens, sem precisar gastar papel!


Abra sua Play Store ou Apple Store e pesquise por aplicativos como o Notepad, Evernote, Trello, entre outros. São aplicativos que tem uma série de ferramentas, escolha o que melhor se adequar às suas necessidades e pode abrir mão do papel!


Agora temos opções de receber nota fiscal por email, ao invés de impressa. Também podemos monitorar nossas atividades bancárias 24h por dia através de aplicativos, sem a necessidade de ficar imprimindo comprovantes de compra!


Observe seu dia a dia e veja para que você mais utiliza papel, e tenta aos poucos ir adaptando a utilizar cada vez mais as diversas opções tecnológicas que possuímos!


Diminuir o uso de sacolas plásticas e embalagens


Você pode sempre deixar na bolsa uma sacola retornável, para caso seja necessário, não utilizar as sacolas plásticas. Isso vale tanto para compras no supermercado quanto para qualquer outro tipo de compra.


Sabe quando você compra um pacote de bolacha e vem várias embalagens plásticas, é como se você estivesse abrindo uma cebola com várias camadas. Fuja desses produtos! Opte por aqueles produtos que tenham menos embalagens.


Reutilizar recipientes como garrafas, pneus, etc. para lazer ou decoração


A reutilização dos lixos que produzimos é uma ótima maneira de diminuirmos nosso lixo!


Você pode reutilizar garrafas Pet para plantar uma mudinha (lembra do nosso item sobre a hortinha em casa?)!


Também pode utilizar pneus para fazer um balanço no quintal para os seus filhos!


A lista é enorme! Esteja sempre pesquisando maneiras de como você pode reutilizar o lixo!


Existe um aplicativo de ideias queridinho por todo mundo que é o Pinterest. Se você ainda não conhece, baixe agora!


Pesquise por ideias com a sigla DIY, que significa faça você mesmo abreviado em inglês. E você encontrará diversas ideias para se inspirar na hora de fazer a decoração da sua casa!


Vou deixar algumas ideias aqui para vocês:

Inspirações de materiais reutilizáveis

Fazer compostagem com os materiais orgânicos


A compostagem além de diminuir o seu lixo, também diminui a emissão de gases estufas e pode servir como adubo para a sua hortinha!


Mas afinal, o que é compostagem?


É a reciclagem do lixo orgânico, transformando ele em adubo natural!


Você irá precisar comprar uma composteira ou fazer a sua própria. Geralmente a compostagem é feita com o auxílio de minhocas.


Não se preocupe! Elas são super limpinhas! Vai ser como um animal de estimação rsrs.


Então, você irá colocar o seu lixo orgânico, coberto com folhas secas e serragem! Aguardar o tempo necessário de 3 meses, e então, seu lixo orgânico já pode ser usado como adubo em sua hortinha!


11 - Aumentando a luz natural


O aumento na luz natural da casa irá diminuir o uso de iluminação! E consequente diminuir sua conta de luz!


Sem contar que traz diversos benefícios, como por exemplo, diminui o esforço na visão, aumenta a vitamina D do nosso corpo e ajuda a regular os horários de sono!


Obviamente a melhor maneira de aumentar a luz natural é aumentando a quantidade de janelas ou aberturas para o exterior da casa. Mas, essa não é a única maneira!


Uma ótima dica para é deixar os espelhos de frente para as janelas já existentes, quanto maior o espelho, melhor! Pois o espelho irá refletir a luz que vem da janela para a casa, deixando ela mais iluminada!


Outra dica que já comentamos aqui é a de pintar as paredes de cores claras, quando mais próximo do branco, mais luz irá refletir e mais iluminado ficará o ambiente!


Essa dica também vale para móveis e objetos de decoração! Então, invista nos móveis e objetos mais claros para deixar o ambiente mais iluminado.


Se você estiver pensando em fazer divisórias em casa, opte pelas divisórias de vidro, dessa maneira você não compromete a iluminação dos ambientes.


A direção oposta, seria tirar as divisórias que não são de vidro, ou seja, que atrapalham a luz natural de chegar aos mais diversos cômodos!


Lembre-se se sempre contratar um engenheiro estrutural caso for fazer remoção de paredes na sua residência, segurança em primeiro lugar!


Você também pode estar aparando árvores que estejam bloqueando a luz natural de chegar até a sua janela.


12 - Aumentando a ventilação da casa


Uma ótima maneira de deixar sua casa sustentável é melhorar a ventilação da casa. Veremos aqui como você poderá fazer isso e ainda economizar.


Com o aumento da ventilação você irá economizar com ventilador e ar condicionado nos dias mais quentes, irá evitar o aparecimento de mofo, diminuir as alergias e o mau cheiro.


Uma dica super simples e que não irá gastar nenhum centavo, é deixar todas as portas e janelas abertas. Dessa maneira, irá facilitar a passagem do ar pelos cômodos.


Outra ótima opção é utilizar a ventilação cruzada. Essa ventilação ocorre quando as aberturas, ou seja, janelas e portas ficam em paredes opostas ou adjacentes (em ângulos de 90°). Dessa forma, o ar circulará com maior velocidade pela sua casa.


Também é possível criar esse efeito de maneira vertical, com as aberturas em diferentes alturas o que permite que o ar quente saia nas aberturas mais próximas do teto. E o ar frio entre nas aberturas mais próximas do solo.


Lembrando que quanto menor for o número de barreiras utilizadas no ambiente, maior será a circulação do ar!


Outra opção que é super legal, é adicionar janelas no teto, como as claraboias e os domos, sem contar que gera um efeito de iluminação sensacional!


13 - Colocando muxarabis, brises e cobogós


A última dica que eu separei para vocês é a respeito das “paredes vazadas” e seus estilos. Elas são excelentes quando posicionadas da maneira correta.


Elas ajudam a diminuir o uso de aparelhos de ventilação, como ar condicionado e ventilador. E também, ajuda na diminuição do uso da luz artificial.


Dê uma olhada nesses elementos incríveis!


Vamos começar falando um pouco sobre os muxarabis, você sabia que eles têm origem na cultura árabe? Você pode ver algumas imagens aqui embaixo:

Exemplos de Muxarabis

A principal vantagem desse tipo de parede é que ela permite a entrada da luz solar e também da ventilação e ao mesmo tempo preserva a privacidade do ambiente.


Geralmente os muxarabis são feitos de forma artesanal em tramas vazadas de madeira, dando um ar bem oriental para a sua casa!


E a característica mais interessante desse elemento é que quem está dentro vê o que está fora, porém, quem está fora não consegue ver o que está dentro.


Se você gostou da ideia, mas não curtiu muito esse estilo de parede, você precisa conhecer também os cobogós!


Os cobogós, da mesma maneira que os muxarabis, são elementos de divisórias vazados, permitem a divisão de ambientes e deixam passar a iluminação e ventilação de um ambiente para o outro.


Hoje os cobogós são encontrado em diversos materiais, formatos e cores, tendo opção para todos os estilos!


Com certeza você irá encontrar um e se apaixonar! Da uma olhada nesses que eu separei que são incríveis:

Exemplos de cobogós

As fachadas são uma ótima opção para utilizar os cobogós, principalmente quando há uma grande incidência de luz solar.


Você também pode adotar como separação interna de ambientes, de área gourmet, área de serviço. Basicamente, eles vão super bem em qualquer lugar!


Por último, gostaria de apresentar para vocês os brises. Eles já trazem uma finalidade um pouco diferente dos outros elementos que a gente viu.


Os brises protegem a sua construção da incidência de luz solar, ou seja, ajuda no conforto térmico e permite que quem está dentro da construção veja também o lado exterior.


Eles ficam maravilhosos quando colocados nas fachadas, veja uns exemplos:

Exemplos de Brises

Muito elegante não é mesmo?


Se você já está convencido a colocar brise na fachada da sua casa ou no seu próximo projeto. Primeiramente, você tem que identificar para qual lado está virada a sua fachada.


Pois existem brises verticais e horizontais. Os brises verticais são indicados para as fachadas leste e oeste que recebem o sol da manhã e da tarde no hemisfério sul. E os horizontais são indicados para as fachadas norte que recebem sol todo o dia!


Se você não sabe identificar para qual lado está virada a sua fachada, é super simples!


Primeiro você deve localizar sua casa no Google Maps! Achou? Ótimo! Agora é só seguir o passo a passo da imagem abaixo:

Passo a passo de como achar o norte da sua casa

Há diversos tipos de brises, podem ser de madeira, metálicos ou de concreto! É importante ressaltar que cada material escolhido requer um tipo de cuidado periódico!


BÔNUS - Telhado verde e jardim vertical


Separei também um item bônus que está totalmente incluso dentro do assunto que estamos tratando e não podia deixar você ir embora sem falar um pouco sobre eles!


Esse é um assunto que ainda está super em alta quando se fala sobre construção sustentável. Que são os telhados verdes e os jardins verticais.


Bom, você deve estar se perguntando porque eles estão como bônus e não como outro item. Bom, infelizmente a instalação desse tipo de vegetação requer um investimento maior.


Mas o retorno com certeza vale a pena!


O telhado verde garante maior conforto térmico, retenção da água da chuva para reuso, contribui para filtragem do ar, aumenta o isolamento acústico, regula a umidade, entre outras vantagens.


Quando você optar em ter um telhado verde na sua construção, terá que informar ao seu engenheiro estrutural, para que seja projetado uma estrutura que aguente esse sistema escolhido.


A parte mais importante na execução do telhado verde está na sua impermeabilização, visto que, se for mal executada gerará uma série de problemas futuros com infiltrações.


Portanto, não economize com impermeabilização quando se tratar dessa técnica!


Também é importante escolher o tipo ideal de planta para sua localização e realizar as manutenções periódicas.


Veja essas imagens de como os telhados verdes dão um ar de sustentabilidade em qualquer casa:

Exemplos de casas com telhado verde

Outra opção é o jardim vertical, que é bem semelhante ao conceito de telhado verde. A diferença é que ao invés de ir no telhado, a vegetação nesse caso, vai nas paredes!


Você pode utilizar ele em vários locais da sua construção! Por exemplo, na sua fachada, nesse caso você deve escolher plantas de sol pleno. Ou nas áreas internas como decoração, e nesse caso você deve utilizar plantas de sombra!


Quando utilizado na fachada, o jardim vertical cria um isolamento térmico e acústico e também ajuda no controle da iluminação natural e diminui o uso de aparelhos de ar condicionado. É uma ótima opção se você procura um elemento sustentável para sua casa!


O jardim vertical pode ser fixado diretamente na parede com o auxílio de suportes ou ele pode ser suspenso! As opções são as mais variadas! Porém, independente do tipo de planta escolhido a manutenção do jardim é sempre necessária.


Veja imagens desse modelo maravilhoso:

Exemplos de jardins verticais

Ufa! Chegamos ao fim!


Tenho certeza que após você ler esse artigo e aplicar algumas das dicas que demos você terá uma casa muito mais sustentável!


Dessa maneira, você estará ajudando o ambiente e você mesmo! Pois terá uma melhor qualidade de vida!


Se você gostou das nossas dicas e acha que podem ajudar mais alguém, compartilhe esse artigo com essa pessoa e até a próxima!


Agora, se você está pensando em construir sua casa nova totalmente sustentável, peça seu orçamento aqui!


Nós também fizemos um guia completo com tudo o que você precisa saber sobre projeto arquitetônico!

0 visualização